Oi, meninas. Tudo bem?

Hoje, eu (Mariana) vou começar um projeto para melhorar minha autoestima e dar uma economizada na grana, principalmente. Ele envolve diferentes segmentos:

  • Moda e valorização pessoal;
  • Mudança de hábito;
  • Incentivo à prática de exercícios físicos;
  • Incentivo ao uso do trasporte sustentável;
  • Economia;
  • Compartilhamento de ideias.
WhatsApp-Image-20160428 (7)

Primeira caminhada!

Na prática,  vou me dar 10 dias para tentar me enquadrar em uma rotina, que consistirá em voltar para casa de bicicleta depois do trabalho.

Detalhe: eu entro às 5h30 (da manhã mesmo) no trabalho, que fica na Asa Norte, e, quando chego em casa (na Asa Sul), as obrigações de mãe (em dose dupla) me chamam, principalmente no fim da tarde e início da noite.

É um tal de:

  • Arruma mochila;
  • Arruma roupa;
  • Arruma brinquedo;
  • Dá comida;
  • Dá banho;
  • Faz dever de casa…

E por aí vai…

A rotina já é meio rock n’ roll. Imagine agora!? Aí que vai ser punk mesmo. Mas todos nós precisamos de desafios, de nos desafiar.

Pois bem. Um outro detalhe é que sou uma pessoa muito indisciplinada e não consigo me adequar à rotinas. Sempre me auto-saboto em dietas, exercícios físicos, estudos…

Enfim, mas não será só de exercício esse desafio. Aí você me pergunta, onde entra a moda nisso?

Eu respondo: antes de sair de casa, mais precisamente na noite anterior ao dia em que for trabalhar, tentarei montar um look versátil, que se adeque ao trabalho (mais social) e à prática do pedal (leve e urbano). Digamos que tentarei trafegar entre o chique e o despojado. Será que dá?  Fotografarei tudo isso para que vejam, opinem e critiquem.

Então, saindo do trabalho, eu pegarei aquelas bicicletas do Bike Brasília, aquele projeto do GDF e do Itaú. Sabe?! É, aquelas que ficam na rua. Isso, isso, isso…

montagem 2

Look do dia em que testei o caminho!

Meu trajeto será: Setor de Rádio e TV Norte, a partir da quadra 701, até a quadra 309 Sul. Com um parêntese: o ponto para entrega da bike mais próximo da minha casa fica na 306 Sul. Isso significa dizer que ainda caminharei três quadras. Bom neh?!

Ufa! É isso então. A ideia é economizar dinheiro (porque estou dura),emagrecer (quem sabe!?) e me disciplinar (será que vai?). De quebra, registrarei as dificuldades dos ciclistas de Brasília, que têm de enfrentar calçadas quebradas, problemas de acessibilidade, falta de respeito no trânsito. Nos primeiros dias, vou sem capacete. Ainda não tenho. Mas vou tentar providenciar um logo, logo!

E aí, pega carona? Espero que sim!

Beijos pessoal.