Olá, meninas. Tudo bem com vocês?

Estou aqui para contar a tragédia que aconteceu com a minha unha. Lembram que eu tinha feito a unha de gel? Então, fiquei um mês com a prótese, mas não consegui marcar a manutenção. Mal sabia eu o quanto era importante fazer isso. Bem que a profissional que me atendeu me alertou!!! Então, mesmo assim, fui desobediente, até que as unhas ficaram horríveis! Na verdade, foram quebrando uma a uma. Falha minha, confesso!

Mesmo assim, não desisti das longas e lindas unhas – coisa que nunca tive. Por isso, fui procurar me informar sobre outra técnica, que promete deixar a unha vinte vezes mais resistente que as convencionais. Tratam-se das unhas feitas com fibra de vidro. Isso mesmo, fibra de vidro! Já ouviram falar? Não!? Na verdade, o implante em si não se difere muito do realizado para as unhas de gel. O aspecto, por sua vez, é mais natural e as unhas ficam com um brilho constante.

Mas vou logo avisando, é preciso paciência. O negócio é um pouco demorado! Levei algo em torno de uma hora e meia para fazer. Mas, claro, tive que tirar as unhas antigas, que estavam irrecuperáveis, o que levou mais tempo. Olhem como estavam:

mãoo

Que horror, neh!? Mas, gente, sério, minha vida é um caoooosss, com mil e uma coisas para fazer. Unha, nesse caso, é o de menos!

Se você ainda ficou na dúvida sobre o processo, posso dizer, por alto, que ele envolve coisas como a aplicação da ponteira, do antifúngico e de alguns produtos gosmentos em cima da unha. Além disso, é necessário colocar a mão dentro de um equipamento (que não sei o nome), que parece esquentar o produto e facilitar a aderência dele à unha. Vejam algumas etapas:

processo 2

Fibra de vidro

processo 3

Ponteiras

Para esclarecer outras dúvidas, sugiro que você converse com o profissional antes de fazer qualquer coisa, pois pode ser que a melhor opção, no seu caso, seja as unhas feitas de gel. No mais, são necessários alguns cuidados básicos para que a unha não estrague, por exemplo:

  • Não colocar a unha na boca,;
  • Não abrir latas usando a unha;
  • Não deixar a unha emersa na água por muito tempo;
  • Não passar acetona e, sim, removedor de esmalte;
  • Lixar as bordas e o alto da unha, sempre que a unha crescer e ficar feia.

Então, gente, dessa vez eu fiz o processo com o Jadson Portela, também na Vila Planalto. Gostei muito do trabalho dele.

Por deixar a unha mais resistente, a fibra de vidro é mais cara. Pode custar até  R$ 200. Ôh!!!! Mas cabe a pessoa decidir se vale mesmo a pena!

Vejam o resultado:

mãooo

Já tem mais de uma semana que fiz e a unha ainda parece nova. O brilho, por exemplo, continua o mesmo.

Só espero que continue assim por muito tempo. Deixo vocês atualizadas.

Beijos.