Olá meninas,

Como sabem sou uma colaboradora esporádica do “Ipqñ?”. Um dos motivos para essa mudança é meu doutorado e por estar fazendo parte da minha pesquisa em Montréal, Canadá. Vim como participante do Programa Futuros Líderes das Américas (PFLA), promovido pelo governo canadense. Ou seja, correria total em todos os aspectos. Mas, enfim, cheguei em terras canadenses há um mês e, claro, já aprendi muito em todos os momentos por aqui… das compras na feirinha à sala de aula…

Bem, mas o que a Mari pediu para eu escrever um pouco primeiro é minha nova vida não-sendentária… hahaha Além de andar muiiiiiiiiiiito a pé, mesmo o metrô e os ônibus serem ótimos, resolvi me tornar membro do centro de atividades físicas da Faculdade de Educação Física (CEPSUM), da Universidade de Montréal (UdeM), onde estudo.

Aliás, fui convencida a acompanhar meu amigo que também veio pelo PFLA a fazer outras atividades que estão incluídas na adesão de membro do CEPSUM, como musculação, natação e patinação no gelo… Topei, não pesquisei muito as atividades que ele me propôs fazer. Ele se machucou e não pode, até o final do ano, participar das aulas. Bem, estou sozinha nessa… hahaha Eu me inscrevi em duas atividades: Cardio Rameur indo row (terça, 45min de aula) e TRX Bootcamp (quinta, 55 min de aula). Sobre as outras três atividades: a musculação e a natação são liberadas (posso ir todos os dias), enquanto a patinação é disponível em três dias. Quanto às aulas de Polo, tenho que conferir os horários.

Patinacao

Enfim, voltando às duas atividades… Cardio rameur é o remo indoor e o aparelho usa como base a água (poderia ser também de ar), o que torna o treino mais pesado. Trabalha os músculos dos membros, barriga e costas, além de melhorar a postura 😀

A outra atividade, é aquela “coisa bonita” criada pelo exército americano para o treinamento em lugares pouco propícios: TRX Bootcamp. Sim, meninas, o exercício é intenso!!! Vinte e quatro horas após os exercícios e ainda sinto músculos que nem sabia da existência… hahaha

Toda essa loucura para não virar uma bola no inverno comendo poutine, queues de castor e tomando cerveja de trigo. E, claro, ir ao CEPSUM me ajuda a limpar a vista (o cidade de gente bonita!). Minha ideia, quem sabe, é voltar para o Brasil no próximo ano com uma barriga chapada, braços, pernas e costas definidas – coisas que eu nunca tive 😀

Deixo os vídeos das atividades realizadas no CEPSUM (desculpem-me, mas os professores estão falando em francês.). Escreverei mais assim que tiver mais aulas.

Cardio rameur indo row

TRX BootCamp 

Sobre o TRX 

Beijos.